segunda-feira, 24 de agosto de 2015

VANDALISMO: Composições do VLT amanhecem pichadas em Santos

          Na madrugada de hoje foi constatado o primeiro ato de vandalismo nas composições do VLT em Santos. As composições estavam estacionadas na Estação Pinheiro Machado no Canal 1 em Santos, no litoral de São Paulo.
          Segundo o guarda que tomava conta das composições foi rendido pelos marginais até que os mesmos concluíssem o ato de vandalismo. Logo após a cena revoltante estava descrito “super faturado” e mais o emblema do Metrô de São Paulo. 


VLT pichado na Estação Pinheiro Machado. Ao menos foram 10 
pessoas que participaram do ato. Foto: Jornal A Tribuna.


       A EMTU  por meio de nota informa que foi registrado um boletim de ocorrência informando o ocorrido, mas não informou quando serão removidas as pichações dos vagões do VLT.


Depois do episódio os vagões foram coberto com lonas até iniciarem
o trabalho de limpeza dos VLT's. Foto: Jornal A Tribuna



          Na maior das hipóteses tudo isso não passa de motivação política ou grupos isolados que cometeram esse ato aproveitando da situação atual do Brasil nos tempos de crise econômica e impunidade no cenário político, mas agora fica por conta das autoridades investigarem quem cometeu esse vandalismo e punir os culpados desse incidente. Lamentável !

segunda-feira, 19 de janeiro de 2015

Prefeitura de Santos repatria seus trólebus

               Conforme muitos apelos por entusiastas e simpatizantes pelo veiculo trólebus (ônibus elétricos), na última quinta-feira 15/01/2015 o prefeito de Santos Paulo Alexandre Barbosa assinou um decreto de nº 7019 na qual a Viação Piracicabana repasse os 6 veículos trólebus para a Prefeitura de Santos. A motivação disso tudo não só está no seu caráter histórico e cultural como também ambiental e por ventura nos próximos dias será anunciada a nova licitação de transporte coletivo na qual a empresa vencedora ira explorar as linhas municipais de Santos.

               O objetivo é assegurar a permanência do sistema trólebus em Santos, isso porque, caso a atual permissionária, a Viação Piracicabana não concorra à licitação e mesmo que concorra e não ganhe o certame à mesma pode ficar com os veículos que atualmente é de sua propriedade, mas com a lei sancionada e partir do momento que divulgada no Diário Oficial passa a ser então de propriedade pública municipal.
           Os seis trólebus, que rodam hoje na Linha 20, passam a ser da CET, depois da desapropriação. A próxima empresa que administrar o transporte público santista terá a incumbência de fazer a operação e manutenção dos veículos.





                Abaixo veja o trecho do decreto no D.O. de Santos:


"DECLARA DE UTILIDADE PÚBLICA, PARA FINS DE DESAPROPRIAÇÃO, SEIS VEÍCULOS TRÓBELUS QUE ESPECIFICA, NECESSÁRIOS À CONTINUIDADE DO SERVIÇO PÚBLICO DE TRANSPORTE COLETIVO DE PASSAGEIROS, NA MODALIDADE TRÓBELUS, NO MUNICÍPIO DE SANTOS, E À PRESERVAÇÃO E À CONSERVAÇÃO DE BENS MÓVEIS DE VALOR HISTÓRICO.        
                 PAULO ALEXANDRE BARBOSA, Prefeito Municipal de Santos, usando das atribuições que lhe são conferidas por lei, em conformidade com o disposto no artigo 58, inciso XVII, da Lei Orgânica do Município, e considerando o contido no Processo Administrativo nº 1204/2015-72"


                O Blog Conscientização parabeniza o prefeito Paulo Alexandre Barbosa e a CET-Santos pela iniciativa tomada em proteger esse patrimonio histórico na qual marcou muito a vida de todos os santistas e quem sabe um dia cremos em uma possivel expansão do sistema trólebus em Santos.


            D.O.Santos


quinta-feira, 9 de outubro de 2014

Imagens das obras do VLT em Santos

          Ontem o blog Conscientização visitou o canteiro de obras do VLT no lado de Santos e registrou algumas imagens no avanço das obras.

Obras de implantação do pontilhão do VLT no canal 1 em Santos




         Nas imagens acima ficamos preocupados com o avanço da construção do pontilhão do canal 1 (Av. Sen. Pinheiro Machado) devido ao ritmo lento das obras. O inicio desse trabalho foi em julho desse ano, mas pelo mesmo está ganhando forma, só faltaram apenas a implantação das vigas de sustentação.
          Em seguida fomos em direção ao canal 2 (Av. Bernardino de Campos).Durante o trajeto vimos a evolução dos trabalhos conforme imagens abaixo:


Obras no canteiro central da Av. Francisco Glicério, sentido José Menino, em Santos


Obras no canteiro central da Av. Francisco Glicério, sentido Ponta da Praia, em Santos

          
          O detalhe curioso é o questionamento da Promotoria do Meio Ambiente em relação ao traçado do VLT no canteiro central. Vendo nas imagens registradas os trilhos do VLT estão sendo instalados na antiga linha férrea desativada. Conforme conversa com um engenheiro da construtora Queiroz Galvão foi explicado que o traçado está na forma correta. 
     Para podermos entender melhor visualizando a primeira foto acima da Francisco Glicério está no sentido Ponta da Praia/ José Menino. A sua esquerda está a Francisco Glicério antiga com as duas mãos dividida apenas pela ciclovia antiga. Na nova concepção a parte da esquerda da foto se tornará mão unica (Francisco Glicério) no sentido Ponta da Praia sem a antiga ciclovia e a sua direita a Rua Marques de São Vicente se tornará a nova Francisco Glicério no sentido oposto, ou seja, José Menino.
         Em relação a segunda imagem a mesma está direcionada para Ponta da Praia. Com esse novo traçado a avenida passaria a ter três faixas de rolamento para os veículos dando melhor agilidade e fluidez para o transito local.
         
         

domingo, 31 de agosto de 2014

Em São Vicente já pode ser visto o primeiro trecho eletrificado do VLT

Ontem (30/08) já pode ser ver os primeiros quilômetros já instalados da rede aérea do VLT em São Vicente-SP além da subestação retificadora. O VLT será alimentado em voltagem de 750 VCC (Voltagem de Corrente Continua). A energia que a subestação retificadora na qual vai alimentar a rede aérea do VLT virá da concessionária de energia elétrica local, a CPFL-Piratininga.
Ontem conversando com um engenheiro elétrico responsável pelo projeto de instalação da rede aérea, fui informado que a instalação rede elétrica fornecida pela concessionária é local. A definitiva pode ser feita uma rede exclusiva partindo da estação transformadora de distribuição da CPFL mais próxima que fica a quase 500 metros da Estação José Monteiro onde se situa a subestação retificadora.


Instalação para alimentar subestação retificadora 

feita pela concessionária local.


Entrada para subestação retificadora do VLT.


Subestação retificadora do VLT na estação José Monteiro em São 

Vicente.

No mesmo dia na parte da tarde conforme noticias do G1-Santos, já aconteceu o primeiro teste do VLT entre as estações Nossa Senhora das Graças e a estação José Monteiro.

Rede aérea já instalada com isoladores flexíveis.

Primeiro teste do VLT na estação N. S. das Graças em São Vicente.

 Foto: Rodrigo Nardelli, G1

Em Santos depois do acordo do Ministério Publico e Cetesb as obras do VLT nesse trechos já estão evoluindo. Na Avenida Senador Pinheiro Machado (Canal 1) falta apenas colocarem as vigas de sustentação para depois instalarem os trilhos do VLT.

Pontilhão em construção no canal 1, em Santos.


Coluna de sustentação do pontilhão do VLT no canal 1


A previsão para funcionar totalmente a operação do VLT ocorrerá apenas no final do primeiro semestre de 2015. 

domingo, 22 de junho de 2014

Panorama das obras do VLT no lado de Santos



Em Santos, as obras do VLT (Veiculo Leve sobre Trilhos) continuam em ritimo modesto se comparado na cidade vizinha São Vicente. Há algumas semanas atrás começaram as intervenções no Canal 1 para a construção do pontilhão para passagem do VLT. Em outros pontos ainda estão em rítimo lento, no lado do Canal 2 só foram retirado os postes de energia elétrica para intervenção as obras. 


Cruzamento da Av. Fco Glicerio com a Av. Bernardino de Campos (Canal 2), em Santos


No trecho entre o Canal 3 e Conselheiro Nébias com a pista para passagem de carros está pronta, as os postes de energia elétrica continuam no mesmo lugar.
Segundo informações da CET-Santos e EMTU as intervenções nas Avenidas dos Canais 1, 2 e 3 acontecerão alternadamente para ocorrer o menos possível de impacto ao transito de Santos.
 Um novo trecho agora com novas intervenções está acontecendo no trecho da Rua Silva Jardim com a Rua Campos Melo, no Macuco, em Santos, trecho de acesso ao pátio de manobra do VLT.


Cruzamento da antiga linha férrea na Rua Silva Jardim, em Santos.





quinta-feira, 29 de maio de 2014

Primeiro trem do VLT já chegou a Santos e já se encontra em São Vicente


           Foi nessa última quinta-feira (22/05) que desembarcou no Porto de Santos, no Terminal da Deicmar no cais do Saboó o primeiro trem do VLT que veio do Porto de Bilbao na Espanha. Foram mais de 30 dias de viagem até chegar ao porto santista. Ontem o mesmo foi levado em caminhão prancha para a futura Estação Nossa Senhora das Graças em São Vicente-SP.

Primeiro VLT sendo descarregado no Porto de Santos. Foto: Solange Freitas/
TV Tribuna

           Toda a operação foi feita nos mínimos detalhes contanto com aproximadamente 40 pessoas envolvendo a transportadora responsável pela condução dos VLT’s até São Vicente, CET-Santos e a autoridade municipal de transito de São Vicente e com o apoio da Policia Militar.

Composição do VLT em cima do caminhão-prancha sendo levado para São Vicente-SP.
Foto: TV Tribuna.




Características


          O modelo do trem é o Tramlink, da Vossloh, com sete carros e capacidade para 400 passageiros. O primeiro trem deixou o Porto de Bilbão, na Espanha, no último dia 7 de abril. Além dele, outros dois serão fabricados na Espanha. Os 19 restantes, dos 22 previstos no contrato, serão fabricados no Brasil pela Vossloh Cogifer.
          O cronograma de entregas dos veículos será finalizado em agosto de 2015. A operação comercial no primeiro trecho tem previsão para início de fevereiro. Já os testes iniciais deverão ocorrer em julho deste ano.
          O primeiro VLT iniciará testes no início do segundo semestre. O período experimental se estenderá até o primeiro trimestre de 2015, quando começará a operação comercial.
          Cada composição transportará 400 passageiros, dos quais 72 sentados. O trajeto levará 30 minutos entre os dois pontos limites do trajeto. E correrá de forma silenciosa sobre os trilhos, podendo desenvolver até 70 km/h, sincronizado com a abertura dos sinais em cruzamentos com outros veículos nas cidades.
          Os veículos contam com 2,65 metros de largura por 44 metros de comprimento. Eles possuem ar condicionado e piso 100% baixo, facilitando a movimentação de usuários com dificuldade de locomoção.
          O VLT vai operar das 5 horas à meia-noite e, de madrugada, passará por manutenção. Será integrado a linhas de ônibus e bicicletários.


domingo, 13 de abril de 2014

Andamento das obras do VLT em São Vicente

          Hoje estive passando em frente às obras do VLT para conferirmos o andamento das obras. A primeira parada foi no trecho da futura estação Nossa Senhora das Graças, situada na Vila Valença, em São Vicente. A estação está em fase de acabamento e já foram colocados os trilhos para os vagões de o VLT irão trafegar. A diferença como vamos mostrar nas imagens é que os trilhos não são assentados no dormente (tora de madeira ou concreto) e sim em concreto com as presilhas nas quais prendem os trilhos no piso de concreto.

 
Trecho do VLT em São Vicente. Ao fundo a futura estação Nossa Senhora das Graças







Trilhos do VLT assentados no piso de concreto, sem o uso dos dormentes.




           Outro trecho mostrado foi na futura estação Emmerick nas quais as obras estão em andamento e também à construção da alça de acesso do novo viaduto da Antonio Emmerick.


Ao fundo a futura estação Emmerick do VLT.

Vista da construção do novo viaduto da Antonio Emmerick, em São Vicente.






          Em breve iremos o Blog Conscientização visitará as obras do VLT no lado de Santos.